[ editar artigo]

A revenda de veículos híbridos gera grande desvalorização para seus proprietários?

A revenda de veículos híbridos gera grande desvalorização para seus proprietários?

Ao ler esse texto você vai saber mais sobre os veículos híbridos e como eles funcionam

Se você sempre anda por dentro das novidades no mundo automotivo, com certeza já deve ter ouvido sobre o famoso carro híbrido. Veiculo que vem fazendo muito sucesso ultimamente devido aos altos custos com a gasolina, porém ainda existem algumas questões sobre esse tipo de veículo que acabam gerando algumas discussões, pensando nesses questionamentos buscamos esclarecê-los de uma vez por todas, separamos várias informações sobre como é o funcionamento e até algumas vantagens que o veículo pode vir proporcionar.

Como funciona o veículo?

A denominação híbrida vem das duas formas de alimentação do motor dos veículos, pois eles possuem a opção de utilizar duas fontes de energia diferentes no funcionamento do motor. Os carros híbridos como o Fusion podem ser pouco conhecidos pelo pequeno número de veículos disponíveis nessa categoria, mas esse número pode vir a aumentar já que algumas montadoras estão engajadas em projetos de lançarem a mesma quantidade de modelos híbridos e modelos de combustão comum. Alguns modelos proporcionam ao condutor dirigir até uma determinada velocidade utilizando somente o motor elétrico resultando na economia de combustível. Somente quando exigir mais potência como, por exemplo, uma aceleração para uma ultrapassagem, o motor de combustão deverá ser acionado. Pelo padrão o motor elétrico deverá ficar acionado por muito mais tempo e o motor de combustão somente em momentos específicos, momentos esses que são o suficiente para a bateria ser carregada do motor elétrico. Uma das maiores dúvidas dos consumidores gira em torno da bateria e se o dono precisa recarregá-la, porém quando ocorrem as trocas de motor a energia cinética produzida é utilizada para os fins de carregar a bateria, ou seja, o carro se recarrega sozinho o que o torna diferente de um veículo totalmente elétrico que em média a cada 150 quilômetros teria de ser carregado.

Um veículo totalmente elétrico representa outra esfera de novidades que vem surgindo no mercado automobilístico, alguns países possuem essa tecnologia com a circulação de veículos híbridos e automóveis movidos a combustão deverão ser extintos daqui alguns anos, existem até algumas montadoras que vem se especializando na produção de carros elétricos. Entretanto para que ocorra a circulação de veículos elétricos em um país é preciso que exista uma adaptação para que o motorista faça o seu “abastecimento” tornando necessária a criação de postos para combustão e postos para carros elétricos.


Vantagens e desvantagens de possuir um veículo híbrido

Ao dirigir em grandes centros urbanos você já deve ter notado que o consumo de gasolina é muito alto, um fator que causa esse aumento são as constantes trocas de marcha que acabam desperdiçando muito combustível esse é um dos motivos pelo qual o carro híbrido consome menos combustível que os veículos tradicionais. Além de consumir menos gasolina existe a possibilidade de acabar com as emissões de CO2, basta acionar o modo Ev. Se for dirigido somente o limite de velocidade que é de 50 km/h, será somente utilizada a energia das baterias como se praticamente fosse um carro só elétrico.

O motor elétrico e o motor a gasolina fazem com que na hora de uma ultrapassagem a manobra seja realizada de uma forma mais segura do que com um carro convencional, porque os dois motores aumentam de uma forma considerável a força do motor proporcionando a realização da ultrapassagem de forma simples e segura. Além de serem muito mais confortáveis para se dirigir.

Outro ponto positivo dos veículos híbridos como o Prius é que os gastos com a manutenção podem ser inferiores do que os gastos com veículos normais, o fator que pode ser responsável pela grande diferença de valores é que os motores do carro desligam automaticamente quando se está parado ou em uma velocidade muito baixa diferente dos motores a combustão que continuam trabalhando mesmo nessas condições, que podem resultar em problemas por muito esforço do motor e gastos bastante altos com manutenção e reposição do veículo.

Um ponto que também deve ser levado em conta é a troca de óleo. A maioria dos especialistas acreditam que em veículos híbridos de portes menores a troca de óleo resistem em média até 8 mil quilômetros rodados já em carros normais a troca deve ser realizada em cinco mil quilômetros.

Alguns veículos híbridos possuem sistema de frenagem regenerativa que pode vir a deixar o motor com menos calor diminuindo totalmente as chances de acontecer o pesadelo de todo motorista o superaquecimento que quando ocorre acaba sendo um grande problema no orçamento de vários motoristas. Esse sistema além de prevenir o superaquecimento também aumenta a vida útil dos discos e pastilhas dos freios. Por fim uma grande vantagem é que os tirando os modelos híbridos excepcionais o restante dos modelos não necessita de uma manutenção especial.

A grande desvantagem de possuir um veículo híbrido é que pode existir uma possibilidade de alguns problemas com o inovador sistema do adaptado híbrido, principalmente em baterias maiores. Alguns modelos vendidos a partir da década do século XXI são comercializados com uma garantia de cerca de oito anos e dez anos. Porém caso você tenha o azar do veículo estragar após o período da garantia, os custos serão altíssimos para fazer a manutenção no veículo.


Híbridos no mercado Brasileiro

Como vimos anteriormente os veículos híbridos são pouco conhecidos no mercado devido à quantidade em que são produzidos. No Brasil já encontramos alguns modelos disponíveis no mercado desde 2013 porém a demanda e a procura por esse tipo de veículo ainda é pequena, um fator que ainda influencia muito é a questão do preço os veículos híbridos têm um preço um pouco mais caro que os carros de combustão pode-se utilizar a Tabela Fipe para fazer uma comparação de valores. Ao revender um veículo híbrido é lógico que você não vai conseguir recuperar 100% do dinheiro investido na compra, porém a alta tecnologia que envolve os motores ainda garante um bom preço na hora de fazer um novo negócio.

Gostou desse texto? Então compartilhe com seus amigos para que eles conheçam mais sobre os veículos híbridos


 

Hitech Lab
Ana Chaves na Mão
Ana Chaves na Mão Seguir

Portal Chaves na Mão

Ler matéria completa
Indicados para você